Lista de Palestrantes

Possui graduação em Engenharia Geológica pela Universidade Federal de Ouro Preto (1998), mestrado (2001) e doutorado (2007) em Ciências Naturais pelo programa de pós-graduação em Evolução Crustal e Recursos Naturais da Universidade Federal de Ouro Preto com apoio do CnPQ e da Universidade de Magdeburg através do Programa Probal. Atualmente é professora associada II e tutora do Programa de Educação Tutorial (PET-MEC) do Departamento de Geologia da Universidade Federal de Ouro Preto. Assume a coordenadoria da Cátedra da UNESCO "Água, Mulher e Desenvolvimento" em 2019. É professora e orientadora no programa de pós-graduação em Sustentabilidade Socioeconômica e Ambiental. Tem experiência em recursos hídricos, geologia ambiental, geologia médica, sedimentologia, geoquímica ambiental e educação ambiental.

Adivane Terezinha Costa - UFOP

Geóloga formada pela Universidade do Vale do Rio dos Sinos (1987), mestre pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul na área de petrologia e geoquímica. Ingressou no Serviço Geológico do Brasil em 1989, onde atuou como em projetos de levantamento geológico básico no Rio Grande do Sul e em Santa Catarina, em especial na área de petrologia. Atualmente coordena o Programa SGBeduca (2019), que visa a divulgação das geociências, desenvolvendo conteúdos geocientíficos destinados a popularização da informação científica em formatos acessíveis a professores e alunos do ensino fundamental e médio. Adicionalmente pertence ao Grupo Interinstitucional Remineralizadores (GT – Remineralizadores).

Andrea Sander – UNISINOS

 Arthur Nanni - USFC

Pai do Caio e do Theo. Geólogo de formação, geógrafo por opção e permacultor de coração. Atua como professor na Universidade Federal de Santa Catarina junto ao Departamento de Educação do Campo onde leciona a disciplina de Introdução à Permacultura e desenvolve o curso de Especialização em Permacultura.

Possui graduação em Licenciatura Plena em Biologia pela Universidade Federal do Pará (UFPA/2007) e experiência na área de Geociências, com ênfase em Paleontologia Estratigráfica. Realizou mestrado na Universidade Federal do Pará (CAPES) pelo Programa de Pós-graduação em Geoquímica e Geologia Marinha (PPGG/2007) do Instituto de Geociências. Doutora pelo Programa de Pós-graduação (PPGG/CNPq/2011), na mesma instituição. Realizou Doutorado Sandwiche no Smithsonian Institution National Museum of Natural History (NMNH) em Washington, DC, Estados Unidos da América (EUA) pelo Programa de Doutorado Sandwich (PDSE/CAPES) cumprindo parte do plano de Doutorado. Foi bolsista PNPD/CAPES/ UFPA De Pós-doutorado e pesquisadora do Grupo de Analises de Bacias Sedimentares, onde dá continuidade aos estudos de Microfósseis do Neógeno da Unidade de Pirabas, da Formação Cantaure, Península de Paraguaná, Venezuela; e também dos microfósseis Recentes associados ao Grande Sistema de Recifes da Amazônia (GARS). Atualmente é Professora Visitante desenvolvendo atividades na faculdade de Geologia e Pós-graduação de Geologia e Geoquímica do Instituto de Geociências da Universidade Federal do Pará (UFPA).

Anna Andressa Evangelista Nogueira - UFPA

Screenshot_40.png

Bruno Luiz Silva Pinheiro - UNAMA

Docente do curso de geologia na Universidade da Amazônia (UNAMA), do curso de Engenharia Civil e Engenharia Ambiental e Sanitária da UNINASSAU. Possui graduação em Geologia pela Universidade Federal do Pará (2003), mestrado em Geologia e Geoquímica pela Universidade Federal do Pará (2005) e doutorado pela mesma instituição em Geologia e Geoquímica (2016), subárea Petrologia Metamórfica, com enfoque em Geotermobarometria e Geoquímica de Rochas Metassedimentares. Tem experiência em pesquisa na área de Geociências, com ênfase em Geologia Regional, Geoquímica e Geologia Isotópica. Experiência em docência na graduação e pós-graduação e empresas privadas de mineração na área de exploração mineral, avaliação técnica, coordenações de projetos, topografia, geotecnia, relatórios técnicos, trabalho em equipe, liderança de equipe, recrutamento, gestão administrativa e de projetos, logística, mapeamento geológico e prospecção mineral. Bem como, experiência em aprovações em concursos públicos (Universidade do Estado do Pará e Universidade Federal do Pará) e processos seletivos para docente (Universidade da Amazônia e UNINASSAU). Atualmente, discente do curso de Especialização em Engenharia Geotécnica do Grupo Educacional FAVENI.

Graduado em Geologia (UFC, 1995), com Especializações lato sensu em Geociências (UFRGS, 1997; UERJ, 2006 e UNICAMP, 2008); Mestrado em Desenvolvimento e Meio Ambiente (UFC, 2003); Doutorado em Geologia, com ênfase em Paleontologia (UFC, 2016) e, atualmente, executando projeto de Pós-Doutorado em Paleontologia na Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ). Tem experiência profissional em Paleontologia, Espeleologia e Geologia do Petróleo. Trabalha como geólogo na empresa Petrobras e é curador do Museu de Pré-História de Itapipoca (Ceará). Atua cientificamente nas áreas de Paleontologia Estratigráfica; Paleontologia de Cavernas e Paleontologia de Mamíferos Pleistocênicos; Dedica-se ainda a atividades de Divulgação Científica, História da Paleontologia, Museografia paleontológica, Educação inclusiva e ações visando a conservação dos patrimônios paleontológico e espeleológico brasileiros.

Celso Lira Ximenes - UFMG

Daniele Ingredy, 24 anos, Cearense, Geóloga formada pela Universidade Federal do Rio Grande do Norte e mestranda pela Universidade de Brasília. Divulgadora das Geociências e autora de "A Grandiosa História de um Grão de Areia", livro infantil ilustrado que aborda, de forma divertida e linguagem acessível às crianças, conceitos de Geologia.

Daniele Ingredy Gomes Silva - UFRN

Possui graduação em Geologia pela Universidade Federal do Ceará (2006), Especialização em Gestão Hídrica e Ambiental pela Universidade Federal do Pará (2010), Mestrado em Geociências pela Universidade Federal de Pernambuco (2009) e Doutorado em Geociências pela Universidade Federal de Pernambuco (2013). Desde o ano de 2017, é o Diretor de Pesquisa, Pós-graduação e Extensão do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Espírito Santo, campus Nova Venécia. Tem experiência na área de Geociências, com ênfase em Hidrogeologia e Geologia Ambiental, atuando principalmente nos seguintes temas: água subterrânea, educação ambiental, meio ambiente e saúde.

Ediu Carlos Lopes Lemos – IFES

Elizete Celestino Holanda - UFRR

Possui graduação em Ciências Biológicas pela Universidade Federal de Rondônia (2004), mestrado em Geociências pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (2007) e doutorado em Geociências pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (2011). Atualmente é professora associada do Departamento de Geologia da Universidade Federal de Roraima, coordenadora do Programa de Pós-Graduação em Gestão e Regulação de Recursos Hídricos - ProfÁgua/UFRR e orientadora no Programa de Pós-graduação em Recursos Naturais. Atua principalmente nos seguintes temas: Paleontologia da Amazônia e Ensino em Geociências.

Felipe Guadagnin - UNIPAMPA

Professor de Geologia e Geofísica na Universidade Federal do Pampa. Graduado em Geologia pelo Instituto de Geociências da Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Mestre em Geologia e Doutor em Ciências pelo Programa de Pós-Graduação em Geociências da Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Tem experiência na área de Geociências, com ênfase em Análise de Bacias Sedimentares atuando com análise de proveniência sedimentar, estratigrafia e geologia estrutural. A pesquisa está focada atualmente na integração de dados estruturais e estratigráficos em modelos 3D utilizando algoritmos de modelagem implícita com aprendizagem de máquina (inteligência artificial). As informações utilizadas são derivadas principalmente da análise de modelos virtuais de afloramentos, informações estruturais e estratigráficas obtidas em campo, perfis de fácies e geofísicos, dados sísmicos e GPR 2D e 3D, entre outros.

Felix Nannini - UFU

Possui Bacharelado (2008), Mestrado (2011) e Doutorado (2016) na área de Mineralogia e Petrologia pelo Instituto de Geociências da Universidade de São Paulo. No primeiro semestre de 2013, desenvolveu sua pesquisa na Universidade de St Andrews, na Escócia. Tem conhecimento de petrologia de rochas mantélicas e de kimberlitos brasileiros. Trabalhou na CPRM desde janeiro de 2014 até outubro de 2016. Atualmente é Professor Adjunto do Instituto de Geografia da Universidade Federal de Uberlândia, no curso de Geologia em Monte Carmelo, MG.

Jefferson de Lima Picanço - Unicamp

Geólogo, professor do Instituto de Geociências da UNICAMP desde 2010. É professor do Programa de pós-graduação em Geociências, onde leciona e orienta na área de Desastres Naturais e Geotecnia. Nesta área, é pesquisador do CENACID/UFPR (Centro de Apoio Cientifico a Desastres), tendo participado de missões de atendimento aos desastres do Litoral do Paraná (2011) e Vale/Brumadinho (2019). Coordenador do Grupo CRIAB (Grupo de Pesquisa e ação em Conflitos, Riscos e Impactos Ambientais associados a Barragens). Membro titular do Conselho Municipal do Meio Ambiente de Campinas (COMDEMA), representando a ADUNICAMP. Tem graduação pela Universidade Federal do Paraná (1989), com mestrado (1994) e doutorado(2000) em Geociências (Geoquímica e Geotectônica) pela Universidade de São Paulo. Trabalhou na industria da Mineração, tendo sido Gerente de projeto em diversos projetos de exploração mineral pelo Brasil. Também trabalhou em empresas de Engenharia Civil como Geólogo Geotécnico

 Joana Paula Sánchez - UFG

Geóloga e doutora em Geologia Regional pela UNESP-Campus de Rio Claro, com pós-doutorado na Universidade do Minho em Portugal na área de Geoconservação e Patrimônio Geológico. Pesquisadora em Patrimônio Geológico e Geoeducação, atualmente é professora do curso de geologia da UFG. Além disso trabalha no inventário da microrregião da Chapada dos Veadeiros e representa a América do Sul em pesquisa para novo inventário global de geossítios conduzido e coordenado pela IUGS em projeto aprovado pela Unesco.

Graduado em Geologia pela Universidade Estadual Paulista - Unesp (1979), Mestrado em Geociências (Geologia Sedimentar) pela USP (1987), Doutorado em Geologia Regional (1992) e Livre-docência em Análise Estratigráfica (1997) pela Unesp. Professor Titular do Instituto de Geociências e Ciências Exatas (IGCE), da UNESP - Rio Claro; ex-Coordenador do Programa de Pós-Graduação em Geociências e Meio Ambiente; Vice-Diretor do Instituto de Geociências e Ciências Exatas da Unesp (2013/2017). Diretor do Instituto de Geociências e Ciências Exatas da Unesp (2017/Jan 2021). Presidente da Comissão Permanente de Extensão Universitária do IGCE (2013/2017) e Presidente da Comissão Permanente de Administração do IGCE (2013/2017). Pesquisas com ênfase em Análise de Bacias Sedimentares, Estratigrafia, Sedimentologia Siliciclástica, Mapeamento Geológico e em Geociências e Meio Ambiente: Geoconservação e Monumentos Geológicos, atuando principalmente na Bacia do Paraná. Pesquisador do Programa Antártico Brasileiro (PROANTAR/CNPq); do Centro de Estudos Ambientais (CEA/UNESP) e do Centro de Geociências Aplicadas ao Petróleo (UNESPetro/UNESP).

Jose Alexandre de Jesus Perinotto – Unesp

Jose Miguel Peters Garcia - UFRRJ

Possui graduação em Geologia pela Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro (1984) e mestrado em Ciências Ambientais e Florestais pela Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro (2001). Atualmente é professor assistente do Curso de Geologia da Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro. Tem experiência na área de Geociências, com ênfase em Cartografia Geológica, Cartografia Geotécnica e Geomorfologia.

Kátia Leite Mansur - UFRJ

 Possui graduação em Geologia pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (1981) e doutorado pela mesma universidade (2010). Desde maio de 2011 é professor do Instituto de Geociências / Departamento de Geologia da UFRJ, ministrando as disciplinas de Geologia Geral para o Bacharelado de Ciências Matemáticas e da Terra - BCMT e Geoconservação para o Curso de Geologia e BCMT. Faz parte do corpo docente do PPGL - Programa de Pós-Graduação em Geologia do Departamento de Geologia - UFRJ e do PPGEO - Programa de Pós-Graduação em Geociências: Patrimônio Geopaleontológico da UFRJ/Museu Nacional. Tem experiência na área de Geologia Ambiental, Hidrogeologia, Geoconservação e Popularização da Ciência. Por 29 anos atuou no Serviço Geológico do Estado do Rio de Janeiro - DRM-RJ, onde coordenou o Projeto Caminhos Geológicos desde sua inauguração em 2001 até 2011. Faz parte da coordenação do Projeto Caminhos de Darwin e do grupo de gestão da proposta do Geoparque Costões e Lagunas do Rio de Janeiro. Atualmente é Diretora do Museu da Geodiversidade. Em 2014 recebeu o Prêmio Monteiro Lobato da Sociedade Brasileira de Geologia pelo seu trabalho pela Popularização da Geologia.

Leonardo Brasil Felipe - UNIFESSPA

Geólogo. Professor atual diretor da Faculdade de Geologia do Instituto de Geociências e Engenharias da Universidade Federal do Sul e Sudeste do Pará - Marabá. Atua nas áreas de Geologia, Geomorfologia, Geologia Estrutural, Neotectônica e Geoprocessamento. Possui Doutorado em Geologia Regional (UNESP - Rio Claro/SP). Mestrado em Geologia e Geoquímica (UFPA - Belém/PA).

Leonardo Frederico Pressi - UFVJM

Possui graduação em Geologia pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (2008); mestrado pela Universidade de São Paulo (2012), com ênfase em petrologia ígnea, mistura de magmas e geoquímica; e especialização em divulgação da ciência pela Fiocruz (2015). De 2011 a 2016 foi geólogo do Departamento de Recursos Minerais do Estado do Rio de Janeiro (DRM-RJ), atuando na área de Geodiversidade, Geoturismo e Geoconservação (Projeto Caminhos Geológicos do Estado do Rio de Janeiro). Desde 2017 é Professor Assistente da Universidade Federal dos Vales do Jequitinhonha e Mucuri - Campus Janaúba.

Lincoln Levi Cabral da Silva - UFAM

Graduando o 7° período do curso de Geologia, Departamento de Geociências, Instituto de Ciências Exatas pela Universidade Federal do Amazonas - UFAM. As áreas de interesse envolvem a Sedimentologia, Fotogeologia e Sensoriamento Remoto, Geologia ambiental e Geologia de Engenharia. Possui um projeto de Iniciação Científica (PIBIC) concluído relacionado na área de sedimentologia e Sensoriamento Remoto, e atualmente trabalha em uma nova pesquisa que envolve Petrografia Sedimentar. Também trabalhou com projeto de extensão (PACE) ao qual teve o intuito de divulgação científica.

Screenshot_38.png

Luiz Henrique Ronchi - UFPel

Luiz Henrique Ronchi formou-se em Geologia no ano de 1982 pela Universidade Federal do Paraná, concluiu em 1986 o mestrado em Geologia Econômica e Prospecção na Universidade de Brasília e recebeu em 1993 o título de Docteur de Université de Orléans, França, com a menção máxima Très Honorable. O título de doutor foi revalidado pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Trabalhou apenas em universidades iniciando como Bolsista de Desenvolvimento Científico Regional do CNPq (de 09/1986 a 12/1988) e recém-doutor (de 08/1993 a 12/1994) no curso de Graduação em Geologia na Universidade de Brasília, foi Professor Adjunto II (início: 12/1994 término: 2002) e Professor Titular I (início: 2002, término: 03/2008) nos cursos de graduação e pós-graduação em Geologia na Universidade do Vale do Rio dos Sinos, UNISINOS, São Leopoldo, RS. Foi tutor do Grupo PET/Geologia/Unisinos/CAPES de 1997 a 2002. Em seguida foi Coordenador Executivo do Curso de Graduação em Geologia da UNISINOS durante cinco anos (03/2002-02/2007). Participou como Conselheiro da Câmara de Graduação do Conselho Universitário da UNISINOS de março de 2002 a julho de 2005 onde teve oportunidade de atuar como relator do projeto pedagógico dos cursos de Direito, Comunicação Audiovisual, Biologia entre outros. Recebeu Bolsa de Produtividade em Pesquisa do CNPq durante seis anos: categoria/nível 2C, período 01/08/1996 a 31/07/2000 e categoria/nível 2B, período 01/08/2000 a 31/07/2002. Foi aprovado em Concurso Público da UNIFESP, Diário Oficial da União nº 56, 24/03/2008, Edital 76. Atua na área de Geociências, com ênfase em Metalogenia. Os temas principais de pesquisa envolvem geologia econômica, em especial regime de fluidos por meio do estudo de inclusões fluidas ligados a depósitos de ouro, cobre, fluorita, magnesita e criolita. Meio ambiente e aplicações em geofísica são temas complementares. Trabalha atualmente na Universidade Federal de Pelotas onde foi coordenador do Curso de Engenharia Geológica de 27/04/2012 a 28/04/2014 e ministra disciplinas como Depósitos Minerais, Mineralogia (óptica), Petrologia Ígnea, Petrografia (Ígnea, sedimentar e metamórfica), Petrologia (Ígnea, sedimentar e metamórfica) entre outras.

Maria da Glória Garcia - USP

Possui graduação em Geologia pela Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro, mestrado e doutorado em Geoquímica e Geotectônica pelo Instituto de Geociências da Universidade de São Paulo. Foi professora visitante da Universidade Federal do Ceará, atuando nas áreas de Geologia Estrutural e Regional. Atualmente é professora associada da Universidade de São Paulo e livre-docente na área de Geoconservação. Coordena o Núcleo de Apoio à Pesquisa em Patrimônio Geológico e Geoturismo (GeoHereditas), atuando em pesquisas em geoconservação voltadas a políticas públicas sustentáveis e áreas protegidas em diversas regiões do Brasil. Atualmente é coordenadora da Associação Brasileira de Defesa do Patrimônio Geológico e Mineiro (AGeoBR), gestão 2020-2022, representante para a América do Sul do Grupo de Trabalho em Patrimônio Geológico da Comissão Mundial de Áreas Protegidas da IUCN e membro da comissão científica do Programa Internacional de Geociências da UNESCO (2020-2024). (Texto informado pelo autor)

Screenshot_39.png

Miguel Antonio Tupinamba Araujo Souza - UERJ

Professor associado do Departamento de Geologia Regional e Geotectônica da Faculdade de Geologia da Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ), curso de graduação em Geologia e pós-graduação em Geociências. Líder do grupo de pesquisa Morfotektos (Dgp/CNPq). Membro do Comitê Gestor do Instituto Nacional de Ciência e Tecnologia GeoAtlântico. Diretor de Comunicação e Publicações da Sociedade Brasileira de Geologia, Diretoria Executiva Nacional. Atua em geologia regional, geocronologia, termocronologia e geomorfologia nas faixas Ribeira e Araçuaí, e em conservação e restauração de patrimônio geológico construído. Professor colaborador do Programa de Pós-Graduação em Geologia da Universidade Federal dos vales do Jequitinhonha e Mucuri. Realiza colaboração internacional com a Technische Universität Clausthal, Alemanha, em metalogênese e geologia regional da Serra do Espinhaço. A nível nacional, colabora com o Instituto de Geociências da UFMG, Instituto de Geociências e Ciencias Exatas da UNESP, Observatório Nacional/MCTIC, CETEM/MCTIC e CDTN/CNEN. Coordena o projeto de extensão Caminhos Geológicos na UERJ. Coordena a UDT Unidade de Desenvolvimento Tecnológico (UDT) LGPA - Laboratório Geológico de Processamento de Amostras.

Pedro Maciel de Paula Garcia - UFMT

Geólogo (2011), Mestre (2013) e Doutor (2017) em Geologia pela Universidade Federal da Bahia (UFBA). Desde 2017, é Professor Adjunto/DE de Geologia Econômica da Faculdade de Geociências (FAGEO) da Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT), em Cuiabá. Foi Professor Substituto do IGEO/UFBA entre 2011 e 2013, e novamente em 2017, onde lecionou disciplinas das áreas de Geologia Econômica, de Campo e Geoquímica para os cursos de Geologia, Engenharia de Minas e Oceanografia. Na UFBA, esteve envolvido com Trabalhos Finais de Graduação (TFGs). Em 2013, apresentou Dissertação de Mestrado em Geologia na qual abordou a Metalogênese dos depósitos de Cobre da região do Vale do Curaçá, na Bahia. Apresentou Tese de Doutorado em 2017, na qual empreendeu métodos geoquímicos e isotópicos (estáveis e radiogênicos) na caracterização metalogenética de depósitos de cobre na Bahia e em Alagoas. Foi Bolsista do CNPq e pesquisador do Projeto Mapa Metalogenético da Bahia - Fase II, em parceria com a CBPM. Realizou estágio Sanduíche na Queen's University, em Kingston, no Canadá, como bolsista do PDSE (Programa de Doutorado Sanduíche no Exterior)/Ciência sem Fronteiras. Atuou como consultor da São Francisco Mineração/Pedreira Petrolina Ltda, entre 2013 e 2017. Atualmente, é Coordenador do Programa de Pós-Graduação em Geociências da FAGEO/UFMT. Tem interesse em: Geologia Econômica, Exploração Mineral, Geotectônica, Geoquímica, Geocronologia, Isótopos Estáveis, Educação em Geociências.

Ricardo Galeno Fraga de Araújo Pereira - UFBA

Possui graduação em Geologia pela Universidade de São Paulo (1996), mestrado em Geociências (Geoquímica e Geotectônica) pela Universidade de São Paulo (1998) e doutorado no Programa de Patrimônio Geológico e Geoconservação da Universidade do Minho (Braga/Portugal), onde foi bolsista do Programa de Bolsas de Alto Nível para a América Latina (Programa AlBan). A sua tese "Geoconservação e Desenvolvimento Sustentável na Chapada Diamantina (Bahia/Brasil)" venceu por unanimidade, em 2011, o Prêmio Científico Internacional Casa da América Latina / Santander Totta, como a melhor tese do ano de 2010, na categoria de Tecnologias e Ciências Naturais. Atualmente, é professor do Instituto de Geociências da Universidade Federal da Bahia (IGeo-UFBa) e Chefe do Departamento de Oceanografia. Tem experiência na área de Geociências, com ênfase em Geologia Ambiental, Geoconservação, Hidrogeologia, Geomorfologia, Geoespeleologia e Educação em Geociências.

realização e patrocinios.jpg
Executiva Nacional dos Estudantes de Geologia ENEGE