A comunidade de estudantes de geologia é um sinônimo prático de resistência, e também de resiliência pelo seu histórico de luta a favor do avanço educacional amplo e livre, principalmente, de caráter acessível, e sem sombra de dúvida como ferramenta de transformação social. A comunidade geológica não é um ambiente exclusivo de geólogas e geólogos, e sim, de toda uma sociedade que depende dos insumos, projetos, conhecimentos e impactos relacionados aos empreendimentos das indústrias de recursos minerais, energéticos e tecnológicos.

       A comunicação científica cumpre um papel essencial para diminuir e quebrar as barreiras das distâncias sociais e educacionais construídas por longos anos de verticalização do conhecimento e privatização da informação. Diante desse quadro, a colaboração que a comunidade estudantil universitária desempenha, representada em nosso evento pelos centros acadêmicos, é de suma importância, uma vez que o coletivo e a união são a base dos princípios que regem a ciência de maneira geral. Ninguém constrói nada acessível sozinho, quando se faz sozinho está construindo uma prisão de conhecimento e ideias.

            Vivemos uma crise climática irreversível em uma sociedade onde a ciência é sucateada e o negacionismo utilizado como política pública. O profissional das geociências é desvalorizado, possuindo cada vez menos visibilidade no mercado de trabalho. Neste contexto, a sociedade geocientífica brasileira cada vez mais conversa entre si e consolidam-se nela debates e iniciativas sobre ética, divulgação científica e educação.

         Neste cenário surge a II Semana Nacional de Integração Geológica Online (II SENIGEO), uma iniciativa da ENEGE com colaboração dos centros e diretórios acadêmicos dos cursos de geologia e engenharia geológica do Brasil. O evento traz como proposta a difusão do conhecimento científico da geologia em escala nacional ao unir e apresentar à comunidade - acadêmica ou não -, de forma criativa e acessível, as principais linhas de pesquisa desenvolvidas em cada universidade. O tema que rege o evento neste ano é "Geologia e a Sociedade".

__________________________

        O II SENIGEO está previsto para ter início no dia 28 de maio e encerramento no dia 06 de junho. O formato permanecerá semelhante ao do ano passado, sendo ministradas duas a três palestras por dia com duração de 50 minutos e intervalos de 40 minutos entre si. Este ano o evento terá participação de 25 universidades brasileiras, aumentando o tempo do evento em mais dois dias em relação ao ano anterior. Durante o intervalo serão abertas salas de conferência para o palestrante e participantes conversarem sobre o conteúdo abordado. A exibição ocorrerá por meio de transmissões ao vivo no canal da ENEGE no YouTube. Assim como no ano passado, aconselhamos que as palestras girem em torno do tema central, mas a escolha da temática e formato (tour virtual, palestra, entre outras maneiras de apresentar o conteúdo) ficará livre ao palestrante.

     O evento trará três mesas redondas com assuntos relevantes que estiveram presentes nas discussões da comunidade geocientífica durante o último ano: divulgação das geociências através das redes sociais, geoética e os desafios atualmente enfrentados no ensino remoto nos cursos de geologia.

     Antes de cada apresentação haverá uma homenagem a pessoas que desempenharam grande papel para a difusão da geologia para além dos limites acadêmicos. A/o homenageada(o) escolhida(o) fica a cargo do centro ou diretório acadêmico.

Tanto na abertura do evento - ou no dia da(o) geóloga(o) - quanto no seu encerramento haverá momentos culturais com geobandas para a confraternização dos participantes do evento e interessados. As apresentações serão transmitidas através do canal da ENEGE no Twitch, a enegeTV.

       Além das palestras, mesas e homenagens, este ano o SENIGEO traz quatro novidades:

(i) Um minicurso de Illustrator ministrado pela professora Carol Aquino da UFPR;

(ii) Intervenções de pessoas, grupos, páginas e coletivos que trabalham com divulgação de geologia. As intervenções compreendem apresentar ao público do evento o projeto e formato do conteúdo do trabalho em forma de vídeos, sejam estes tours virtuais, desafios lançados em redes sociais ou pequenos vídeos;

(iii) Um espaço no canal da ENEGE para que os estudantes possam apresentar as pesquisas que realizam na forma de vídeo. Os vídeos terão curta duração (no máximo 10 minutos) e  a intenção é que sejam feitos na linguagem mais simples possível, para que possam atingir um maior número de pessoas.

(iv) Uma iniciativa de apoio a dois projetos independentes de extensão e divulgação das geociências na sociedade, como projetos de livros, trilhas ecopedagógicas e outros tipos de atividades. Os projetos serão selecionados de acordo com critérios pré-definidos pela organização do evento e divulgados no momento da inscrição do projeto para recebimento do apoio. 

Contamos com a participação e apoio de todos vocês, estudantes e profissionais das geociências de todo o Brasil para construir um evento acessível e construtivo para todos!

Comissão Organizadora da II SENIGEO

Sobre o evento

realização e patrocinios.jpg
Executiva Nacional dos Estudantes de Geologia ENEGE